sábado, 10 de dezembro de 2011

Democracia

Corre um grande lamento pela conduta não democrática em que a União Europeia, e alguns dos seus membros, se atolam. Mas aquilo que se esquece é que os regimes políticos são uma questão de conveniência e de oportunidade. A democracia não é o fim moral da política, mas uma mera possibilidade entre outras, que as circunstâncias ditarão a ocorrência ou a morte. Iludir o carácter circunstancial dos regimes democráticos é entrar num estado de negação da realidade.