sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Poema 14 - Os tumultuosos dias ao teu lado

Os tumultuosos dias ao teu lado,
um sulco aberto na memória,
promessa juvenil
na errância que me trouxe aqui.

Os deuses retiraram-se
e tudo na terra é mais sombrio:
se trocamos um olhar,
logo as faces escurecem na luz matinal.

Chegou o tempo da palavra silenciosa,
a hora em que a chama se extingue
contra o horizonte da noite.

Os luminosos dias em que te amava
fecham-se agora num círculo imóvel,
anúncio secreto da fria eternidade.