quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Solidão

Alexei Von Jawlensky - Soledad

O terrível da solidão não é o facto de se estar só. Terrível é confronto consigo mesmo, com os seus limites, ilusões e devaneios. Na solidão revela-se a natureza de cada um. É isso que a torna, para muitos, insuportável. Procuram o outro não pelo outro, mas apenas porque não se suportam. Aquele que, porém, suporta a solidão tem a possibilidade de encontrar o outro, pois já se tornou outro para si mesmo e aceita-se nessa estranheza e alteridade.