quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

O direito ao uso de armas

Charles M. Russell - Meat´s Not Meat Till It´s in the Pan (1915)

Esta petição do denominado de lobby das armas nos EUA mostra tudo o que separa ainda hoje a Europa, a velha Europa, dos EUA, a que podemos chamar com propriedade a nova Europa. O direito a possuir uma arma faz parte do conjunto de direitos fundamentais dos americanos. O porte de armas é muito mais importante e significativo que qualquer direito social, os quais nunca foram muito significativos nos EUA. Será pertinente pensar se a erosão dos direitos sociais na Europa, copiando o modelo americano, não estará a criar condições para que, mais tarde ou mais cedo, a reivindicação de um direito de porte de armas, idêntico ao que existe nos EUA, se torne uma realidade. O enfraquecimento do Estado, a instituição onde se concentra ainda a violência legítima, pode abrir caminho para que a velha Europa se americanize ainda mais até que se torne numa nova Europa, mais injusta e mais violenta, onde a própria defesa pessoal deixe de ser uma questão da comunidade para se tornar num problema de iniciativa individual. Uma verdadeira liberalização.