quarta-feira, 12 de junho de 2013

Uma rua de Paris

Maximilien Luce - Una calle de París en Mayo de 1871 (1903-5)

Provavelmente, este quadro de Maximilien Luce é uma memória. Os acontecimentos retratados, a chamada Comuna de Paris, ocorrerem entre 28 de Março e 28 de Maio de 1871, tinha o pintor treze anos. Uma memória forte. Dois acontecimentos conduziram à Comuna de Paris, a derrota francesa na Guerra Franco-Prussiana e o descontentamento dos trabalhadores com a sua situação. Mas deixemos as causas do acontecimento e fixemo-nos nas imagens. São as imagens que melhor nos falam e nos explicam a razão para construir sociedades equilibradas e com amplas classes médias. Querem os dirigentes europeus voltar aos tempos em que as revoltas populares terminavam com mortos espalhados pelas ruas? Dir-se-á que estamos muito longe disso. Será que a Grécia estará assim tão longe? Há 20 anos, quem diria, no meio da esperança de então, que uma onda de profundo descontentamento popular varreria toda a Europa do sul? Se a Europa não mudar de rumo, se não for restabelecido o pacto social-democrata que vigorou até há pouco, preparemo-nos então para os dias de revolta e de terror, que se manifestam já aqui e ali. São imagens destas que os dirigentes europeus querem ver de novo nas ruas das nossas cidades?