domingo, 13 de outubro de 2013

O tempo das evidências

Georgia O'keeffe - Black Cross, New Mexico (1929)

Está a chegar o tempo das evidências. Em França, a extrema-direita acaba de ganhar as eleições autárquicas na vila de Brignoles. A vila não tem relevo demográfico ou mesmo político, mas a vitória da Frente Nacional é relevante e confirma todos os indicadores que assinalam o seu crescimento eleitoral. Desde a Queda do Muro de Berlim que a política nos países europeus se tornou obscura e lançou uma enorme confusão no eleitorado. Sem capacidade para distinguir a esquerda e a direita governamentais, os eleitores estão, Europa fora, a encontrar na extrema-direita a evidência que procuram. Como se sabe, não há nada mais obscuro que a própria evidência. É tão luminosa que cega. No tempo das evidências crescem os cegos. Talvez não tarde muito que entreguem, para fugirem à actual desdita que os assola, a Europa a uma nova e mais terrível desdita.