terça-feira, 26 de novembro de 2013

Metamorfoses 4 - Empalideces se te olho na sombra da rua

George Pierre Seurat - Mulher sentada (1882-83)

4. Empalideces se te olho na sombra da rua

Empalideces se te olho na sombra da rua
e deixo flutuar o zumbido do desejo,
a cálida onda perdida na floresta.

E na brancura que te toma o rosto
vejo a lua rasgada na noite,
o animal fugido da luz do paraíso.

Que o teu corpo seja a rosa pálida
que o meu sangue em segredo espera,
que o meu coração em fogo deseja.