domingo, 14 de dezembro de 2014

Impressões (XII) - a quieta cor do dia

Diego Rivera - Casa sobre el puente (1909)

xii. a quieta cor do dia

a quieta cor do dia
desenha uma súbita
promessa de água

e nela ficamos presos
a sonhar gôndolas
onde as não há

nas paredes exaustas
a caliça anuncia
o charco do futuro

e nas janelas avista-se
um rasto de vida
o pássaro da morte

(14/10/2009 - recuperação do ciclo Impressões do meu antigo blogue averomundo)