terça-feira, 23 de dezembro de 2014

O lar originário

Jacob Smits - Evening Landscape (1901-1914)

Os entardeceres frios de Dezembro trazem-me à memória não apenas a infância mas outras vidas que parecem escondidas em mim. Não, não creio na reencarnação nem em vidas passadas, mas alguma coisa nos meus genes traz uma memória de paragens mais frias, menos luminosas, mas também mais severas e puras. Oiço a água correr em regatos que nunca vi, sei de lagos onde nunca mergulhei, sinto o vento frio do norte cortar-me a face. Nas tardes frias de Inverno eu chego à minha pátria, uma pátria que nenhuma arqueologia encontrará, que nenhum registo justificará, mas que eu, no silêncio destes dias, sei ser o lar originário, o heimat de onde alguém partiu e ao qual, tantas vezes, anseio chegar.