segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O Livro do Entardecer (6) a casa onde vi a infância ruiu

Edvard Munch - Casa à luz da Lua (1895)

6. a casa onde vi a infância ruiu

a casa onde vi a infância ruiu
levou-a o tempo
na sua mão de seda
num gesto de luz e vento

nada sei dos dias magoados
do terror das noites
das ervas em teus olhos
– esqueci e é tudo

resta-me a espada de âmbar
a cabeça do centauro
e um fulgor de aço
na lâmina que me cortou

(averomundo, 2009/12/23)