domingo, 4 de outubro de 2015

Livro do Entardecer (15)

Gustave Caillebotte - Rua de Paris em tempo de chuva (1877)

15. chegaram as chuvas

chegaram as chuvas
as ruas alagaram
e rios de ocasião
perdem-se ociosos
no além-margem

à janela deixo o mundo
envolver-me os olhos
para que creia
na sua existência

mas só vejo água
e sombra de nuvens
em ruas de pedra
onde cresce a desolação

(averomundo, 2010/01/09)