sábado, 24 de outubro de 2015

Livro do Entardecer (20) chuva

José Alfonso Morera Ortiz - Chuva (1992)

20. chuva

agora o vento empurra a chuva
fá-la crescer contra a vidraça
e eu sou essa chuva que cresce
talvez um homem talvez uma farsa

tantas vezes a chuva em mim correu
e muitas outras nela adormeci
água não é o que oiço contra a janela
mas o deus que um dia me sonhou

(averomundo, 2010/01/15)