sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Livro do Entardecer (38) nada sei

Juan Navarro Baldeweg - Letras (1998)

38. nada sei

nada sei desse nome soberano
que se ergue para a luz

nada sei do caminho de pedra
que rasga a planície

nada sei das grandes fogueiras
que junho traz no regaço

nada sei do nome do meu nome
que declina e desaparece

(averomundo, 2010/02/14)