quinta-feira, 24 de março de 2016

O Silêncio da Terra Sombria - 17. Animal

Rufino Tamayo - Animales (1941)

17. Animal

Animal sem nome,
o grito que de ti sai
cintila na sombra,
no pálido segredo
que o oceano cobre.

Animal sem voz,
escreve na água,
com letra de fogo,
o extasiado desejo.
Em ti resplandece.

[O Silêncio da Terra Sombria, 1993]