sexta-feira, 29 de abril de 2016

A Noite e a Rosa - 1. Madrigal

Maruja Mallo - Rosa

1. Madrigal

Sobre a pedra fria da calçada
oiço tremente o grito do tempo
a voz cinzenta de um madrigal
o murmúrio no fundo do mar.

A rosa irrompe manchada de sol,
seca o verde nos campos de erva
e rasga e rompe a cidade sitiada
no voraz carvão do fim do Inverno.

Nas janelas poisam pássaros
de asas hirtas e inexplicáveis.
Incendeiam de sombra o mundo
no silvo silente do ruído da rosa.