segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Alma Pátria - 5: Rui de Mascarenhas - Encontro às dez




Encontro às dez, uma canção de 1961, da imbatível dupla Jerónimo Bragança e Nóbrega e Sousa, na voz de Rui Mascarenhas. Ouvir aquilo que se ouvia nos tempos em que o professor Salazar pastoreava o rebanho luso é sempre uma bela lição, um retrato sociológico do Portugal de então que não se deve perder. Note-se, por exemplo, a utilização do você e do si na letra da canção. Afastamo-nos dos padrões populares do amor e entramos numa esfera social onde a distância dos amantes é a marca de casta. A mulher não é aqui um tu qualquer, mas um si que merece a deferência da terceira pessoa. Não é que a ambiência da canção não seja kitsch, é-o, essa era, porém, a marca ideológica que envolvia a atmosfera que se desprendia do regime e a tudo contaminava.