segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Cinza de Pedra - 10. O destino e a distância

Gilles Aillaud - Deserto (1986)

10. O destino e a distância

O destino e a distância,
a carta cansada,
a água árida
na sombra do caminho.

Pátrias são palavras,
um cisco na memória,
a boca amarga.

No láudano da hora,
um cometa e erva canária.

(Cinza de pedra, 1978)