quinta-feira, 16 de março de 2017

A ameaça

Juan Genovés Candel - Amenaza (1969)

As principais figuras da política europeia rejubilaram com os resultados das eleições holandeses de ontem. Estas reacções de júbilo, porém, não deixam de ser sintomáticas da situação em que se vive. Em cada acto eleitoral parece estar suspensa uma guilhotina que ameaça cortar a cabeça do projecto europeu. Aquilo que um dia pareceu ser uma caminhada triunfal para uma Europa unida tornou-se numa marcha titubeante, marcada por sobressaltos sem fim, na qual qualquer minúscula sombra é sentida como uma ameaça potencialmente devastadora. O júbilo das reacções é apenas o negativo do temor que habita o coração da Europa.