segunda-feira, 8 de maio de 2017

A Flor Precária 2. O cinzento corre fluido

Jackson Pollock - Untitled 4 (1944-45)

2. O cinzento corre fluido

O cinzento corre fluido
por toda a parte.
Inundou a água do rio,
a fachada do palácio,
alcatroou de penumbra
a súbita sombra da cidade.

Betão agreste e macilento;
crianças desgrenhadas,
olhos de pedra.
Tudo, tudo,
nem branco nem negro,
uma cinza de cinzento.

(A Flor Precária, 1979)