quinta-feira, 18 de maio de 2017

A Flor Precária 4. Vestígios de Verão sobre o rio

Ricardo Asensio - Reflections in the river

4. Vestígios de Verão sobre o rio

Vestígios de Verão sobre o rio,
os olhos lacrimosos de luz,
o restolho verde das águas.

Da janela avistavam-se barcos,
os remos lívidos do remorso,
a margem de cal ao anoitecer.

Se então adormecíamos,
sonhos de areia e calcário,
a ferida no fundo do leito.

No silêncio, caía a tempestade,
tremiam as torres do castelo
presas ao lépido limo da loucura.

(A Flor Precária, 1979)