domingo, 28 de maio de 2017

A Flor Precária 6. Dezembro era um fruto amadurecido

Jeanloup Sieff - Anglais, Paris, 1969

6. Dezembro era um fruto amadurecido

Dezembro era um fruto amadurecido
na campânula de água da tua voz,
um eco na cinza do meu sangue,
chuva no fulgor do coração,
ruína nestas mãos secas e suadas.

Em teus dedos crepitava um segredo
de linho, uma rosa na paisagem.
Se Dezembro murmurava,
o vento trazia um lírio de luz
no barco do silêncio, na penumbra do cais.

(A Flor Precária, 1979)