quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Um rolo de feno

Rodney Smith - Don Jumping Over Hay Roll, Monkton, Maryland, 1999

Elegi esta fotografia de Rodney Smith como uma metáfora da vida desde o primeiro momento em que me deparei com ela. Aparentemente, saltar sobre o rolo de feno é uma inutilidade, pois para prosseguir no caminho basta contorná-lo. Quando os indivíduos, as instituições ou as sociedades inventam obstáculos onde eles não existem, manifestam, desse modo, uma vontade de superação, um desejo de ir mais além, uma não conformação com aquilo que está. A vida pulsa dentro deles e anseia por se descobrir na superação do obstáculo. Quando indivíduos, instituições ou sociedades se desviam dos obstáculos que a vida lhes coloca e escolhem o caminho raso, sabemos então que a morte, disfarçada de inteligência, já tomou conta deles.