sábado, 19 de dezembro de 2020

A Garrafa Vazia 34

Albert Gleizes, Cabeça masculina, 1912-13
Varro a fome na gamela
vazia da vida.
Se saio à rua, estendo
a mão ao bulício
da esmola
e canto uma ladainha
enquanto sangro
o corpo encardido
com a navalha do não.

Agosto de 2020

 

2 comentários: