terça-feira, 9 de junho de 2020

A Casa Esquecida 15

Jackson Pollock, Alchemy, 1947

Sussurras na sombra das árvores,
a casa perdida no mosto da memória,
a noite a descer em cânticos e órgãos,
a igreja onde nunca nos encontrámos.

Como hei-de pronunciar as palavras,
breves delitos, o sulco do homicídio?
Colho rosas presas em teus cabelos
e entro pela porta do esquecimento.

(1981)

6 comentários: