domingo, 13 de junho de 2021

Nocturnos 62

Milton Greene, Marilyn Monroe “The Black sitting”, 1956
Como se levada por uma ânsia de luz, ela tenta libertar-se do peso da escuridão. Dá um passo, mais outro e ainda um terceiro. Logo a tentação lhe inclina o olhar que, habituado à noite, se volta para trás e arrasta com ele todo o corpo para o lugar de onde acabara de sair.

Sem comentários:

Enviar um comentário