sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Alma Pátria 67: Carlos do Carmo, Gaivota


 

Gaivota é um fado com poema de Alexandre O'Neil e música de Alain Oulman. Foi composto para a Amália Rodrigues e pertence a um conjunto que veio a renovar o género. Esta interpretação de Carlos do Carmo pertence a um álbum de 1970. No dia em que o mais importante fadista - refiro-me aos fadistas no masculino -, ao lado de Alfredo Marceneiro, desapareceu, o Alma Pátria deixa aqui um testemunho do enorme talento de Carlos do Carmo. Não é fácil aventurar-se num fado ao qual Amália tinha dado já uma interpretação definitiva, mas Carlos do Carmo encontra o seu próprio tom e a sua interpretação é tão decisiva quanto a de Amália. Este fado, como outros onde se encontram letras de grandes poetas portugueses, anunciava já uma saída para lá da colonização que o Estado Novo tentara fazer da canção de Lisboa.

2 comentários: