sábado, 16 de janeiro de 2021

Beatitudes (37) Junto ao mar

Caspar David Friedrich, Monk by the Sea, 1809

A vida não será mais do que um longo passeio solitário junto ao mar. A areia recorda ao caminhante a sua verdadeira natureza, uma grão perdido entre incontáveis grãos. O marulhar das águas ecoa a música do universo, de que ele faz parte e que o transcende irremissivelmente. A solidão revela-lhe a sua condição no mundo, onde tudo o que é essencial se joga na singularidade daquilo que se é.  E a isto se resumem todas as bem-aventuranças nesta terra.

2 comentários: