sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A Igreja e a sexualidade

Esta notícia traz uma novidade. Esta não reside no facto de padres e leigos católicos holandeses abusarem de menores. Ela reside no reconhecimento que as práticas de abuso de crianças serem correntes na Holanda, independentemente da orientação das instituições e da fé dos abusadores. Seja como for, não é o facto da prática ser generalizada na Holanda que iliba os católicos. O caso holandês é apenas mais um a juntar a uma lista já considerável. Apesar dos notáveis esforços levados a cabo por Bento XVI para enfrentar o problema, a Igreja precisa de meditar até que ponto a moral sexual que tem defendido não tem servido de ponto de apoio para este tipo de predação.