sábado, 22 de agosto de 2015

O Livro do Entardecer (4) entardece

Jean-Baptiste-Camille Corot - A noiva

4. entardece

entardece
passam carros na avenida
e ao longe avisto a noiva
que um dia abandonei no altar

traz um vestido branco 
seda e organdi
na mão o ramo de flor de laranjeira
e uma sombra pela face anuncia
a noite que não chegará

olho as mãos vazias
de onde fugiu a noiva que esqueci
tenho medo que a tarde acabe
e uma súbita presença de pedra
me abra a porta pela qual nunca saí

(averomundo, 2009/12/21)